Paulo Francis tinha razão...
Menu
Exposição Portais da História de Dawson Nascimento em São Pedro da Aldeia

Exposição Portais da História de Da…

O município de São Pedro ...

Justiça determina prisão da vereadora de Silva Jardim Marcilene Xavier

Justiça determina prisão da vereado…

Mais uma prisão no mundo ...

Saquarema abre Festival de Verão com Matheus & Kauan

Saquarema abre Festival de Verão co…

A Prefeitura de Saquarema...

Jovita Belfort vai comandar Coordenação de Desaparecidos no Rio de Janeiro

Jovita Belfort vai comandar Coorden…

A Coordenadoria de Desapa...

Rio Bonito pode ter clínica de radioterapia nos próximos 12 meses

Rio Bonito pode ter clínica de radi…

O prefeito de Rio Bonito ...

Obras e congestionamentos irritam e prejudicam usuários da BR – 101

Obras e congestionamentos irritam e…

Verão, temperatura nas al...

Presos da “Furna da Onça” comemoram seus habeas corpus nas mãos de Gilmar Mendes

Presos da “Furna da Onça” comemoram…

Políticos presos na opera...

Governador Wilson Witzel impressiona com postura diferente

Governador Wilson Witzel impression…

Eu gosto muito de filmes ...

Carlos Maranhão é atração do Workshop Musical de Tanguá

Carlos Maranhão é atração do Worksh…

O guitarrista Carlos Mara...

Polícia Civil identifica dupla suspeita de matar policial militar na Linha Amarela

Polícia Civil identifica dupla susp…

A Polícia Civil do Rio id...

Prev Next

Paulo Francis tinha razão... Destaque

Paulo Francis tinha razão...

Um dos grandes jornalistas da história da Comunicação Social no Brasil, Paulo Francis, estaria completando, hoje, 84 anos. Nasceu no Rio de Janeiro em 1930 e acabou se sagrando como um dos maiores jornalistas do país. Francis faleceu aos 66 anos, em 4 de fevereiro de 1997. Uma morte recheada de absurdos, sobretudo por conta das razões que desencadearam o ataque fulminante que o matou.

Participante do programa, “Manhattan Connection”, transmitido pelo canal GNT, Paulo Francis propôs a privatização da Petrobras e justificou a sua posição com o argumento de que os diretores da estatal possuíam US$ 50 milhões em contas na Suíça. Por conta da declaração, ele foi processado, já que não apresentou provas.

Ciente que seria condenado a pagar indenização milionária aos “santos” diretores da Petrobras, ele entrou num estado de estresse profundo que provocou o ataque cardíaco. O curioso é que 18 depois da morte de Paulo Francis, a Petrobras está mergulhada num escândalo de desvio de recursos que se aproximam dos R$ 6 bilhões.

É... Parece que o velho Paulo Francis tinha inteira razão quando classificou como “ladrões”, os escrotos diretores da Petrobras. Eu acrescento o termo mafiosos, safados, bandidos, marginais, escroques etc.

voltar ao topo

Desenvolvimento

Info for bonus Review William Hill here.